"O Homem Perdido" é a prosa poética que lança o autor André Francisco na cena literária contemporânea. Uma obra em que pessimismo e ironia dividem espaços ou se chocam nas páginas que exprimem um homem enclausurado em uma cidade em processo. Uma cidade tão urbana quanto pode ser; que dialoga com tantas outras urbanidades. O eu poético sitiado em seu cubículo, sob uma insólita e intrigante condição, que se desvela página a página, aproxima-se e distancia-se metaforicamente dessa cidade, num movimento de constante recusa e retorno, em tom irônico, afetivo, incômodo, provocador.

 

"Mastros de bandeiras fincados em cada lote.

A cidade parece saber da existência de outras cidades

e quer crescer até fundirem-se como alga.

A cidade interfere na vida dos pássaros.

A cidade é cada vez mais concreta.

Cada vez menos poetas vivem na cidade.
 

A cidade quer expulsar os poetas, desde Platão.

 

A cidade está suja de óleo.

Está suja de sangue.

Está cheia de ódio.

E é repleta de amor.

 

De um amor estranho,

pedaços rasgados

como tecido de uma camisa nova para fazer uma atadura.

 

A cidade vive de amores estranhos."

O Homem Perdido

SKU: AF002
R$ 45,00Preço
  • André Francisco é um artista brasileiro. Persegue (ou é perseguido pelo) o fazer artístico desde criança, quando talvez tenha sido cooptado pela sua ingenuidade e boa vontade. Como não se dedicou a aprender coisas úteis para o capital, vive buscando sobreviver à margem do comércio (o que é cada vez mais difícil no século presente). Se dedica ao comunitário, coletivo, criativo, social, político e humano sempre que consegue. Desta forma, tem conquistado alguns pagamentos pelo seu fazer artístico desde que precisou de dinheiro. E de maneira incrédula, todos os meses descobre que ainda não morreu de fome, nem de desgosto. Também compartilha o que aprendeu, e tenta incentivar quem faz, a seguir fazendo. Aprende todos os dias e tenta ser gentil com as pessoas que encontra. Cultiva amizades e sabe que as mesmas, como qualquer coisa cultivada, dependem das condições e situações do tempo. Espera conseguir viver de maneira digna no seu país e luta para que compartilhemos pelo menos esse projeto. Gosta de rir com os amigos, mesmo durante tempos amargos como os nossos.

  • O Homem Perdido

    Livro de poesia

    Dimensão 14x21cm

    105 páginas