Sinopse: Por muito tempo a História foi escrita sob a perspectiva hegemônica. O apagamento histórico e o sistema patriarcal vigente fizeram com que as mulheres não tivessem oportunidade de serem protagonistas de suas próprias trajetórias e que fossem excluídas de seus próprios méritos. É preciso recontar a História e as histórias, para que as mulheres sejam vistas e reconhecidas em todas as áreas da vida existentes. Dos buracos de tantas outras é um livro que escancara lugares importantes da vivência feminina: a ancestralidade que desce no corpo através das dores e heranças emocionais compõem a natureza dessa obra, em uma narrativa poética própria sobre como é habitar a experiência de ser mulher.

 

Leia alguns poemas:

 

O trem de ferro passou pelo quarto com espessura de nostalgia. Me chamou para um tempo que não vivi. Me levou para uma estação distante onde eu não era. Uma memória ausente perfumou o quarto, os móveis, a sala. Senti o cheiro do vagão. Imaginei os trilhos de uma saudade exausta. Gastei os sentidos nessa memória larga. Lembrei de uma época onde nunca estive e meu peito esmagou uma dor antiga na alma da noite.

 

- Embarquei em silêncio, contando as horas para chegar.

 

**********

 

Carta à minha bisavó
 

Me contaram que você

Foi pega a laço
Me contaram que você
Ateou fogo sobre si mesma
Que era louca, esquizofrênica
Me contaram...
Não contaram sobre sua coragem
Não disseram o quanto suportou
Não falaram sobre o peso em suas costas
Não mencionaram a dor de seu povo
Não ousaram dizer que com raiva, você protestava
Que fazia o corpo pegar fogo
Para poder queimar a dor da história
Para denunciar que sua loucura é na verdade resistência
Para expor que a palavra medo não pertence à sua língua de origem
Que sobre seu corpo, quem manda é você
Que o fogo transmuta para o novo que há de vir
Seus olhos parecem os meus
Eles têm esperança indígena
Seu corpo se cansou e descansou no meu
Novas peles nasceram
O fogo que te queimou
Ainda arde em mim
E juntas resistiremos
Em um elo atemporal
Até a última brasa

 

 

dos buracos de tantas outras

SKU: DOBU2022
R$ 45,00Preço
  • Caroline é mineira, nascida em Uberaba. Atua há nove anos como psicóloga clínica e psicoterapeuta facilitando trabalhos em grupos. É idealizadora da Corporal Consciência, projeto profissional em que utiliza da perspectiva decolonial, do corpo e das linguagens artísticas como ferramentas de seu trabalho. É poeta, escreve também poesias eróticas no perfil @poesiabaixa, é compositora e entusiasta no campo das artes. Acredita que é necessário encontrar vias para se expressar no mundo, para que a loucura enjaulada em cada um seja legitimada, assim como o primeiro choro quando se nasce. Escreve para liberar a vida presa sob suas pregas vocais, assim como a de tantas outras que desejam e precisam gritar.

  • Livro de poesias, com sobre-capa em 

    Dimensão: 14x21 cm

    90 páginas.

    * imagem ilustrativa